sábado, 1 de agosto de 2015

Livro traça perfil do DOI-Codi

O jornalista Marcelo Godoy participa na próxima segunda-feira (3), às 18h30min, na sede da Associação dos Docentes da UFC (Adufc), de debate seguido do lançamento de seu livro A casa da vovó - Uma biografia do DOI-Codi (1969-1991), o centro de sequestro, tortura e morte da ditadura militar. O jornalista, que construiu nos últimos 25 anos sua carreira nas redações de grandes publicações, dedicou-se por uma década a esse trabalho de pesquisa.
Para tanto Godoy ouviu alguns dos mais ativos agentes da repressão da ditadura militar para contar a história do DOI-Codi (Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna) de São Paulo. Criado a partir de uma operação semiclandestina instituída pelo governo, a Oban (Operação Bandeirantes), o DOI-Codi se transformou no início dos anos 1970, no instrumento do regime de exceção para combater as organizações de esquerda. Essa lógica de investigação policial aliada a práticas e hierarquias militares resultou em uma série de torturas.
Além de mais de duas dezenas de entrevistas com homens e mulheres que defendiam o regime, Godoy também realizou uma leitura dos principais livros e teses acadêmicas sobre a repressão, o que lhe permitiu compreender documentos inéditos que mostram as engrenagens do DOI-Codi paulista e sua articulação com o sistema de informação e repressão da ditadura.
O aniquilamento de grupos guerrilheiros como Molipo e ALN encontra, neste livro, detalhada descrição, bem alguns dos crimes mais violentos da repressão também são tratados na obra. Fonte: O Povo.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Ataque político ao Instituto Lula

Por volta das 22h desta quinta-feira (30), a sede do Instituto Lula, em São Paulo, foi alvo de um ataque político com artefato explosivo. O objeto foi arremessado contra o prédio do Instituto de dentro de um carro. Felizmente, não houve feridos.
O Instituto Lula já comunicou as polícias civil e militar, o secretário de Segurança Pública do Estado de S.Paulo e o ministro da Justiça, e espera que os responsáveis sejam identificados e punidos.
--
José Chrispiniano/Gabriella Gualberto
Assessoria de Imprensa
Instituto Lula
55 11 2065-7022 / 99563-0286
www.institutolula.org
twitter.com/inst_lula
facebook.com/lula

Lula recebe dirigentes da Força para discutir saídas políticas e econômicas

Sindicalistas dizem gostar da ideia de um encontro entre Lula e Fernando Henrique, e pedem mais articulação política. Ex-presidente defende "encontrão" de Dilma com movimentos sociais
por Vitor Nuzzi, da RBA
O ex-presidente Luiz Inácio Inácio Lula da Silva recebeu ontem (29) à tarde, no instituto que leva o seu nome, três líderes da Força Sindical para discutir a crise e o "pós-crise". Ele havia feito o mesmo, semanas atrás, com representantes da CUT. A diferença é que, desta vez, a conversa foi com uma central que tem dirigentes abertamente favoráveis à saída de Dilma Rousseff da Presidência da República. Mas o encontro, de aproximadamente 40 minutos, tratou mais de alternativas e tentativas de diálogo para reduzir o clima de hostilidade na política. Segundo relatos, Lula quer que os trabalhadores sejam "protagonistas" da retomada do crescimento econômico e defende um "encontrão" de Dilma com os movimentos sociais.
A reunião foi feita a pedido da Força Sindical, lembra seu presidente, Miguel Torres, que foi acompanhado do secretário-geral, João Carlos Gonçalves, o Juruna, e do 1º secretário, Sérgio Luiz Leite, o Serginho. A central também já solicitou uma audiência com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, antecessor de Lula. Segundo Miguel, a ideia é "conversar com pessoas e pensar mais à frente".

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Combate à corrupção no Governo Dilma

De acordo com a instituição internacional Open Knowledge Foundation Network, o Brasil está no topo da lista de países mais transparentes em relação aos gastos do governo. O resultado reflete o sucesso de iniciativas como o Portal da Transparência e a Lei de Acesso à Informação, ferramentas que são referência no combate à corrupção. A participação da sociedade na elaboração e monitoramento dos Planos Plurianuais também rendeu ao país o prêmio da #ONU em gestão pública. Leia: goo.gl/aPB08N

Brasília registra crescimento na construção civil gerando 11 mil empregos em Junho

Brasília apresentou, em junho, taxa de desemprego de 14,2%. O índice, de acordo com a Pesquisa de Emprego e Desemprego no Distrito Federal (PED-DF), demonstra relativa estabilidade, já que, em maio, o número registrado chegou a 14,4%. O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira (29), durante entrevista coletiva no auditório da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan). Tal desempenho resultou do crescimento na construção (15,1% ou geração de 11 mil postos de trabalho).

A crise da Classe Média?

Ricardo Bizafra: A crise no Brasil é tão grande que uma das maiores discussões da classe média é entre usar taxi ou motorista particular, né?

MEC lança editais para pesquisa sobre Memórias Brasileiras

Brasília- DF, Brasil-O ministro da Educação, Renato Janine, participa da solenidade de lançamento dos editais Memórias Brasileiras – Biografias e Memórias Brasileiras – Conflitos Sociais, na sede da Capes

Obras do Parque Olímpico Rio 2016

Rio de Janeiro- RJ, Brasil- Obras do Parque Olímpico Rio 2016. Foto da Arena Carioca 3, que durante os jogos será palco das modalidades de esgrima, taekwondo e judô paraolímpico.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Elevação da Selic é remédio exagerado para controle da inflação

Diretor técnico do Dieese diz que taxa não é bom instrumento de combate à inflação "porque a sociedade não está consumindo mais do que é capaz de produzir, e a taxa busca adequar consumo e produção"
por Redação da RBA
O eventual aumento na taxa de juros (Selic) na reunião mensal do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, que se encerra nesta quarta-feira (29), é um remédio exagerado para o controle da inflação, que vai aprofundar o quadro recessivo e o arrocho salarial no país, defendeu hoje (28) em comentário à Rádio Brasil Atual Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Dieese.
“Na nossa avaliação, esse instrumento não é adequado para o tipo de inflação que temos, porque a sociedade não está consumindo mais do que é capaz de produzir, e a taxa de juros visa a adequar o consumo e a produção; o nosso problema não é desse descompasso”, afirmou Lúcio. Segundo ele, a inflação no país reflete pressões de custos por conta de fatores conjunturais.

#ForaCunha em Brasília - 5 de agosto

#ForaCunha em Brasília. Diversos grupos e movimentos sociais da capital federal juntaram-se nas últimas semanas em prol de um ato ampliado contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. O ato é planejado para o dia 5 de agosto, quando os deputados retornam do recesso do Congresso Nacional.
A próxima reunião será realizada nesta quinta-feira, dia 30, na praça central do CONIC, às 19h. Participe!
Entre no evento: http://on.fb.me/1HZAHE2

Sucesso do Mais Médicos e do Bolsa Família resulta de amplo processo de discussão social

O sucesso dos programas sociais do governo brasileiro, como o Mais Médicos, não nasceu por mágica. Resulta de um diálogo constante com a sociedade, da escuta atenta das demandas da população, afirmou a presidenta Dilma Rousseff nesta terça-feira (28), ao lançar a plataforma Dialoga Brasil, em cerimônia realizada com várias entidades sociais no Teatro Plínio Marcos da Fundação Nacional de Artes (Funarte) de Brasília.
O Dialoga Brasil apresenta 14 temas e 80 programas prioritários do governo federal para que a população proponha melhorias nas políticas públicas e na vida dos brasileiros e brasileiras. Para a presidenta Dilma, essa resposta é fundamental para a formatação e o aprimoramento de programas.
“Eu dou o exemplo do Mais Médicos. Ele começa basicamente porque havia uma grande reclamação no nosso País a respeito da assistência básica à saúde. Nós sabíamos que o Brasil estava tendo um problema [nessa área], não só nas pequenas cidades, mas nas capitais, nas regiões metropolitanas, na parte em que a população do País vive a exclusão”, comentou.
Dilma Rousseff lembrou que o Brasil tinha, antes do programa, uma das menores taxas do mundo de médicos por habitante e o governo percebeu que não haveria condição de formar médicos e atender a população, “porque a prevenção da doença era algo necessário ontem”.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

55% das empresas devem contratar no segundo semestre

A Michael Page, uma das maiores consultorias globais especializadas em recrutamento e seleção de executivos, produziu uma pesquisa sobre expectativas sobre o mercado de trabalho no segundo semestre de 2015, na visão de gestores de Recursos Humanos e colaboradores do copo executivo das empresas.
O estudo contou com 211 gestores de Recursos Humanos, divididos em gerentes (43%); gerentes executivos (31%); diretores (19%) e vice-presidentes (7%). Já os colaboradores se dividiram em analistas (28%); coordenadores (26%); gerentes (31%); diretores (14%) e vice-presidentes (2%). O objetivo foi identificar as diferenças e as expectativas compartilhadas entre esses públicos.

#TodosContraOGolpe

#TodosContraOGolpe

Presidenta @DilmaBR parabeniza atletas do #BrasilNoPan

Com muito orgulho, faço neste domingo, dia do encerramento dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, uma homenagem especial aos nossos atletas que mostraram força e determinação no Canadá.
Nossa alegria se torna ainda maior porque pudemos ajudar a construir o caminho em direção às medalhas.
Dos 141 pódios alcançados pelo Brasil, 121 foram conquistados por atletas e equipes que recebem patrocínio do governo federal.
Mais de 70% da delegação brasileira em Toronto é formada por bolsistas do Ministério do Esporte.
Tenho certeza de que vamos colher ainda mais frutos nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, no ano que vem.

Vídeo: Entrevista Supernova - Carcará

quinta-feira, 23 de julho de 2015

País dá salto tecnológico com produção em escala do etanol de segunda geração, afirma Dilma

O salto tecnológico proporcionado pelo etanol de segunda geração, obtido do reaproveitamento do bagaço da cana, é imenso, afirmou a presidenta Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (22), em Piracicaba, no interior de São Paulo. Com ele, será possível aumentar a produção de etanol em até 50% sem ampliar a área de cultivo, disse ela, ao inaugurar a fábrica piloto da empresa Raízen.
Além disso, a entressafra deixará de ser um problema para a produção de biocombustíveis. Outro aspecto é o ganho em relação ao meio ambiente, já que o etanol de segunda geração poderá emitir 15 vezes menos carbono na atmosfera que o etanol de primeira geração.
“A inauguração dessa planta de produção de etanol celulósico, [produzido] com base na celulose, que é o chamado etanol de segunda geração, é a materialização de um sonho que, muitos daqueles que trabalham nessa área vêm perseguindo há anos e anos, para não dizer há décadas”, afirmou

Governo Dilma jorra milhões na Rede Globo

Enquanto a REDE GLOBO tenta derrubar a presidenta Dilma Rousseff, o Governo Federal jorra milhões de reais em publicidade na emissora da Família Marinho. Arriégua macho!

terça-feira, 2 de junho de 2015

Ministro italiano agradece apoio de Lula à Expo Milão 2015

O ministro das Políticas Agrícolas da Itália, Maurizio Martina, agradeceu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o brasileiro José Graziano, pelo apoio ao Protocolo de Milão, documento com propostas de combate à desnutrição que será apresentado ao final da Expo 2015.
Em artigo publicado na edição desta segunda-feira (1º) do jornal italiano "Corriere della Sera", Lula e Graziano reiteram que visitarão a feira universal nos próximos dias e que deixarão seus nomes na lista de signatários do Protocolo.
"A Carta de Milão é o documento que traz o legado da Expo Milão 2015. O texto aborda várias questões cruciais, tais como: o escândalo do desperdício de alimentos, a necessidade de assegurarmos comida em quantidade suficiente para uma população mundial em crescimento, preservando o meio ambiente, e o papel crucial das mulheres no desenvolvimento", diz o texto.

“O erro do PT foi não ter feito o enfrentamento ideológico com os meios de comunicação”

Especialistas debateram a presença do campo progressista no embate da comunicação brasileira e a importância da privacidade na internet em encontro na capital paulista.
Por Bruno Pavan, De São Paulo (SP) - Brasil de Fato.
A Câmara dos Vereadores de São Paulo recebeu a etapa livre do 5o Congresso do PT com o tema comunicações e mídias sociais. O evento, que aconteceu na manhã do último sábado (30), contou com a presença de diversos especialistas no assunto, entre eles, o sociólogo Sérgio Amadeu, a jornalista Laura Capriglione e o deputado estadual José Américo.
Uma das avaliações centrais dos comunicadores foi a de que governo federal não teve o devido envolvimento na regulamentação do meios de comunicação. Para a coordenadora do Centro de Estudos de Mídia Alternativa Barão de Itararé, Renata Miele, apesar da dificuldade política que o governo vive atualmente é possível avançar no setor.
“Hoje, voltamos a perseguir as rádios comunitárias como se elas fossem caso de polícia. No entanto, elas são instrumentos importantíssimos para a comunidade. É preciso também dar relevância política para a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC). A presidenta Dilma, por exemplo, nunca deu uma entrevista para a TV Brasil. O erro cometido nesses 12 anos do PT foi não ter feito o enfrentamento ideológico que os meios de comunicação fizeram desde o primeiro dia do governo Lula”, criticou.
A posição política da mídia empresarial no Brasil também foi alvo de críticas. O secretário nacional de comunicação do PT e deputado estadual paulista José Américo analisa que os meios de comunicação já nasceram como mini-partidos políticos no Brasil. “Vender jornal sempre foi secundário. Se você pegar o Estado de S. Paulo, ele tem mais definições políticas do que a maioria dos partidos no Brasil”, analisou.

Milton Pomar em Fortaleza

Dia 13 de junho, em Fortaleza: Milton Pomar, consultor de marketing. "Preparação 2016 em 2015". Tema do 2º Curso: "Discurso e ações: argumentar, motivar e ser notado" para coordenadores(as) de campanha e candidatos(as) do Partido dos Trabalhadores. Data e horário: 13 de junho, das 8 às 17h. Local: FETRACE - Rua Padre Mororó, 1055 - Centro - Fortaleza/Ceará. Inscrições: Silvia Guimarães - (85) 996438766 - E-mail: cursosvereadorasevereadores@yahoo.com.br