terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Rosane Bertotti participará do #webFor2015, em Fortaleza

Rosane Bertotti, secretária nacional de Comunicação da CUT e coordenadora do FNDC participará do #WebFor2015, em Fortaleza, dias 23 e 24 de maio, e debaterá a "democratização dos meios de comunicação" junto com os participantes. Faça logo sua inscrição, que é gratuita pelo e-mail: webfor2015@gmail.com, e acesse nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/events/820806711315267/?fref=ts - Contato: Daniel Pearl Bezerra(85-98560002-TIM) e Fábio Mendes.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Não haverá flexibilização das leis trabalhistas, garante Dilma

Ainda na conversa com jornalistas nesta sexta-feira (20), a presidenta Dilma Rousseff garantiu que o governo não reduzirá ou flexibilizará os direitos trabalhistas. Ela usou o exemplo dos ajustes na base de beneficiários do Bolsa Família para explicar a correção de distorções em benefícios sociais como o seguro-desemprego, abono doença, abono salarial e pensão por morte. Para a presidenta, a questão em curso se trata de aperfeiçoar a legislação para manter o benefício a quem realmente precisa.
“No ano passado nós tiramos quase 1,3 milhão de pessoas do Bolsa Família. Por quê? Porque tinha havido uma melhoria da renda que desenquadrava essas pessoas daquele programa. Outras pessoas entraram, essas saíram. Qualquer programa social que não seja criteriosamente gerido e você olhe, sistematicamente, como é que ele está funcionando, é mal sucedido. Todas as medidas que nós tomamos, elas têm um objetivo. Estou falando daquelas que dizem respeito a seguro-desemprego, abono doença, abono salarial, a pensão por morte… Nós estamos aperfeiçoando a legislação porque a legislação tem que ser aperfeiçoada da mesma forma como nós fizemos com o Bolsa Família.”
Questionada sobre a possibilidade de negociar as medidas propostas, a presidenta disse que a negociação continua, uma vez que em uma democracia existe diálogo com a população e com o parlamento. Mas reafirmou que são necessários argumentos da parte de quem questiona as medidas que foram tomadas para garantir a saúde dos fundos e benefícios que defendem os trabalhadores.
“Eu acho que sempre há negociação, ninguém acha que em um país democrático como o Brasil que tem um Congresso livre, que tem movimentos sociais sendo ouvidos e com os quais você dialoga, não seja algo fechado, que não há negociação. Sempre há negociação, mas também há posições claras. Só ser contra por ser contra, não. Só ser a favor por ser a favor, também, não. Então com argumento e com fundamentos, você chega sempre a uma boa solução.”
Correção na tabela do IR
Sobre a correção na tabela do Imposto de Renda para Pessoa Física, Dilma respondeu que seu compromisso é com o reajuste de 4,5%, por isso vetou o valor de 6,5%, pois este não caberia no orçamento.
“Nós não estamos vetando porque queremos, nós estamos vetando porque não cabe no orçamento público. Eu vetei porque não tem recurso para fazer. Então, é essa a questão, o meu compromisso é 4,5%. Se por algum motivo não quiserem os 4,5 nós vamos ter que abrir um processo de discussão novamente”, ponderou. Blog do Planalto.

O Brasil atual e a hipocrisia da mídia e das elites

Por Iris Tavares* - editora do Blog da Dilma em Fortaleza. iristavaresce@me.com
A atual  conjuntura política no Brasil apresenta alguns recortes curiosos e extravagantes no debate que se anuncia nos meios de comunicação de massa, nas redes sociais, e nas esferas do Legislativo, Executivo e Judiciário. A impressão que se tem é que intencionalmente se estabeleceu um vácuo na história política do Brasil. Isso atinge as três últimas décadas que antecedeu ao PT no governo central. A economia aparece como tema central e urgente. De tal forma os 12 anos que seguiram , o PT no comando do governo central, coube elucidar pontos importantes e significativos da economia brasileira. Nenhum plano que foi posto em pratica para salvar a economia e consequentemente o povo brasileiro nos governos Collor, Sarney e FHC, causou tanta aflição e resistência declarada de tantos atores. Atores que compraram a briga com ódio e revolta desmedida e sem utilidade, outros passaram a promover um ambiente de guerrilha virtual totalmente à margem do eixo principal da discussão, embora o conteúdo comunicado pelos atores e denunciantes estão recheados de suspeitas e de um julgamento que aponta, principalmente, os agentes políticos. O debate é necessário e fundamental, mas precisa ser rigorosamente qualificado e se esforçar para alcançar de fato a amplitude que a natureza do problema apresenta. Para isso deve servir a matemática, a estatística e demais áreas do conhecimento que compõem inteligência suficiente para investigar o pacote das contas públicas recepcionado pela corrupção. O debate é sobre a ética, sobre os princípios e valores negados pela atual e decadente sociedade de consumo. Quanto custa a corrupção aos cofres públicos? ao serviço público? ao cidadão? É um fato real que os doze anos do PT no governo central retirou a corrupção dos gavetões do anonimato, saiu da lenda para a realidade, paupável e cuidadosamente tratada. É um fato, também, que os processos investigados no Brasil apresentam as raízes, longos braços de um método utilizado pelos detentores do capital nacional e internacional, o poder público, enfim a conexão global que se ajusta, se fortalece as custas do ilícito.  Propor aos atores que não estão colaborando pedagogicamente, que não informam ou educam o suficiente sobre a atual conjuntura brasileira, para pesquisar, conhecer mais lendo a literatura adequada, as experiências relatadas em vários sites de distintos países, ONGS e grupos comunitários. Vamos lá. Vamos aproveitar essa conjuntura escancarada que traz à baila uma pratica que nasceu e perdura desde os primórdios da história da civilização. É um longo passeio. Precisa ser feito, pois os governos passam e a sociedade permanece. Coragem!!!
Iris Tavares - Historiadora, feminista, socialista, militante dos Direitos Humanos e Meio Ambiente. Mestra em Políticas Publicas e Gestão na Educação Superior.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

O dia em que “meu zovo” gorou o impeachment

Por Luiz Edgard Cartaxo de Arruda Junior (memorialista e diretor de comunicação do Sindicato MOVA-SE) e Fátima de Deus (professora)
O impiximan é meuzovo surgiu de repente fazendo gorar todo o FORA DILMA programado com esmero e dedicação por todo o PIG, durante quase um mês, contando inclusive com a participação especialíssima do “príncipe dos sociólogos” FHC, respaldando e estimulando através de seu artigo no Estadão e aval dado ao impeachment, feito a peso de ouro, pelo famoso Ives Gandra, em outro artigo; logo desprezado pela maioria dos jurista do País e contestado rapidamente com fortes e irrefutáveis argumentos que puseram abaixo o golpismo que se esconde por trás deste pretenso e inconcebível impeachment.
Foram mais de duas semanas de intensa preparação para o referido  Ato,  nas redes sociais e na grande mídia (Rádios, TVs, Jornais e Revistas) firmado e pré-determinado com esmero em mais de 50 cidades brasileiras “... pra tudo se acabar na quarta-feira...”, digo, no sábado gordo, véspera do propalado e fatídico 15, o dia D da Dilma, que deu com os burros n’agua com a divulgação em menos de 15 segundos, por dois  jovens cearenses, em duas folhas de papel oficio, exibindo para a câmara da Rede Globo, no bairro José Bonifacio em Fortaleza a expressão impiximan é meuzovo, que traduzindo do cearencês significa:  É IMPOSSÍVEL, NÃO SE FAZ, NÃO DEIXO ACONTECER, em suma NEM QU A VACA TUSSA.
Prá tu vê, frase humorada e bem dita destrói golpe. Em nenhum lugar do Brasil apareceu um seu ninguém, nenhuma viv’ alma pedindo um inadmissível Fora Dilma.
Luiz Edgard Cartaxo de Arruda Junior - Fortaleza/CE - cartaxoarrudajr@gmail.com

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Chacina do Cabula: blogueiro é ameaçado

Por Wellton Máximo, na Agência Brasil:
O editor-chefe do blog Mídia Periférica, Enderson Araújo, denunciou abusos de policiais militares na Bahia, sofreu ameaças e deixou Salvador, alegando temer pela própria vida. Ele está em local desconhecido. A Superintendência de Direitos Humanos da Bahia e a Secretaria Nacional de Juventude acompanham o caso.
Araújo diz ter sido abordado por um policial militar ao sair de uma padaria no último dia 9. “Ele disse que era melhor eu segurar o dedo e parar de escrever porque ficaria sem segurança”, recorda. Para o ativista em direitos humanos, a ameaça foi motivada por uma matéria dele publicada na revista Carta Capital sobre recentes ações da Polícia Militar (PM) em Salvador, que deixaram 15 jovens negros mortos em três dias.
Na madrugada do último dia 6, a PM matou 12 jovens no bairro do Cabula, em Salvador, após uma troca de tiros. A polícia matou dois jovens no bairro de Cosme de Farias no dia seguinte (7) e mais um jovem no bairro Sussuarana, onde Araújo vive, no dia 8. O blogueiro também publicou um vídeo em que policiais ordenavam a dois jovens que tirassem a roupa para facilitar a revista durante a operação em Sussuarana. “O vídeo e a matéria [publicados] em um veículo de circulação nacional, questionando os métodos da PM, irritaram alguns policiais.”
Em todos os casos, a Polícia Militar da Bahia alega que as mortes ocorreram porque as pessoas demonstraram resistência à abordagem e que parte dos mortos tinha passagem por roubo, tráfico de drogas, posse de explosivos e de armas de alto calibre. Movimentos sociais questionam a versão e alegam que a maioria dos mortos é jovem, pobre e inocente.
Araújo acionou a Superintendência de Direitos Humanos da Bahia e o governo federal, por meio da Secretaria Nacional de Juventude e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Ele recebeu a oferta de entrar no programa de proteção a testemunhas, mas recusou a proposta. “Não posso abandonar meu trabalho de militância e de articulação. Se entrasse nesse tipo de programa, seria silenciado para sempre.”

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Em tempos de “Fora Richa”, Paraná tem o Carnaval mais politizado da história

Nunca antes na história do Paraná houve um Carnaval tão politizado como este de 2015.
O governador Beto Richa (PSDB) e os deputados que compõem a base de sustentação do tucano na Assembleia Legislativa, a “Bancada do Camburão”, são os alvos preferenciais de foliões em todo o estado.
Em Londrina, professores da UEL (Universidade Estadual de Londrina) vão colocar na rua hoje à tarde o bloco “Pacote do Calote”.
Em Curitiba, o “Bloco do Camburão”, que consiste numa van transformada em carro alegórico de professores e funcionários de escolas públicas, acampados no Centro Cívico, desde o último dia 9, virou ponto de atração turística.
Educadores de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro, foram à avenida desfilar com faixas com a inscrição “Romanelli traíra”. O parlamentar, líder do governo Richa na Assembleia, abocanhou boa parte dos votos na cidade e na região.
Nos municípios de Foz do Iguaçu e Cascavel, no Oeste, os foliões também prometem levar ‘humor ácido’ às ruas contra deputados e o governador tucano. Os iguaçuenses criaram o bloco “Beto Esponja – Sugando o Paraná” e os cascavelenses garantem que vão esbanjar alegria na avenida esta tarde — com muita política, é claro.
A pressão dos paranaenses nos parlamentares, que se alinharam ao governador do PSDB no tratoraço, semana passada, pela aprovação do confisco de R$ 8 bilhões da poupança previdenciária do funcionalismo e desmonte dos serviços públicos, parece que vem surtindo efeito. Educadores de União da Vitória, por exemplo, contam que foram procurados por um “arrependido” deputado Hussein Bakri (PSC).
Some-se ao engajamento do funcionalismo público grevista nos desfiles carnavalescos mais politizados da história do Paraná, o 1º concurso de “Marchinha do Camburão” lançado pelo Blog do Esmael cujo resultado será conhecido na quinta-feira, dia 19.
Nunca é demais lembrar que, neste sábado, dia 21, às 14 horas, protestos simultâneos pelo impeachment de Beto Richa — ou Fora Beto Richa — acontecerão em Curitiba, Paranaguá e Cascavel.
Por Esmael Morais - blog.

Em defesa da Caixa Econômica

Por Deputada Federal Erika Kokay: A Caixa é o banco que está dialogando com os sonhos, com a esperança e a dor do povo brasileiro. Esta empresa só pode desenvolver os programas sociais porque nós elegemos em 2002 um operário que sabe a dor e a delicia de ser brasileiro. Nós elegemos Lula para transformar este país, impedir que a Caixa fosse privatizada, dizer que este país pode ser de todas e todos e ver o filho do trabalhador brasileiro nos bancos das universidades deste país. O candidato da oposição deveria ser claro com o povo brasileiro e dizer que pretende privatizar os bancos públicos, porque ele trabalha com a naturalização da pobreza e da hierarquização dos seres humanos. Facebook: https://www.facebook.com/ErikaKokay?fref=photo

domingo, 15 de fevereiro de 2015

"Blogs sujos": A unidade na diversidade

Por Altamiro Borges - blog:
A entrevista concedida pelo ex-presidente Lula a nove blogueiros, em abril de 2014, é mais uma prova de que a blogosfera incomoda – e muito – os barões da mídia. Os seus impérios continuam intactos, graças à postura omissa dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, porém eles já não detêm mais o monopólio da palavra. Outras vozes se levantam, aproveitando-se da brecha tecnológica aberta pela internet, para desafiar o pensamento único autoritário e manipulador da ditadura midiática. Após a coletiva exclusiva, a quase totalidade dos jornais, revistas e emissoras de rádio e televisão tentou desqualificar os entrevistadores, rotulando-os de “jornalistas chapa-branca” e de outros adjetivos.
O jornal O Globo, da bilionária famiglia Marinho, foi o que mais destilou ódio. Uma operação macartista foi montada para perseguir e triturar os blogueiros. Numa matéria de página inteira, o diário insinuou que a entrevista foi feita sob encomenda pelos “camaradas de Lula”. Uma enquete policialesca foi enviada para acuar os participantes da coletiva. Os que a responderam ainda tiveram suas declarações deturpadas. No caso mais grotesco, os serviçais das Organizações Globo – dona da emissora de tevê que recebeu quase R$ 6 bilhões em publicidade do governo federal nos últimos doze anos – ainda tentaram intimidar os anunciantes da revista Fórum, editada por Renato Rovai, um dos presentes na entrevista [1].
Vários “calunistas” da mídia tradicional – que são mais realistas do que o rei no seu servilismo aos “companheiros” patrões – também atacaram a blogosfera. Nos jornais Folha, Estadão, Zero Hora e outros, eles revelaram certo rancor por terem perdido a exclusividade das coletivas. Merval Pereira, o “imortal” da Academia Brasileira de Letras (ABL), e Carlos Alberto Sardenberg, o porta-voz dos agiotas na mídia rentista, chegaram a afirmar na rádio CBN, que também pertence ao império global, que os blogueiros são “vendidos” – o que levou Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, a sugerir a abertura de um processo por calúnia [2]. Em síntese, a velha mídia revelou todo o seu temor diante das novas mídias!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Deputado quer criar o Partido Militar Brasileiro

O deputado José Augusto Rosa (PR-SP) não esconde seu fanatismo. Ele participa das sessões do plenário com sua farda militar. Agora ele quer dar um upgrade nesse estória. O deputado diz já ter tudo acertado para a criação do Partido Militar Brasileiro (PMB) que já conta com uma bancada estimada entre 10 a 15 deputados.
O número do partido? ele ainda não decidiu.
Está entre as opções:
- 18 (idade do alistamento militar);
- 38 (calibre de um revólver);
- 64 (homenagem ao que ele chama de revolução democrática);
- 99 (por que ele acha diferente de tudo).
Depois dizem que estamos vivendo em uma ditadura. Será mesmo?
Acesse e divulgue o Blog da #Dilma: http://www.blogdadilma.com/

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Presidente do Paraguai confirma que teve 2 contas no HSBC da Suíça

Presidente do Paraguai confirma que teve 2 contas no HSBC da Suíça
Da efe: O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, reconheceu nesta terça-feira que teve duas contas na filial do banco HSBC na Suíça, depois que seu nome apareceu na “Lista Falciani”, que inclui os titulares de contas “obscuras” na entidade.
Cartes, um rico empresário que chegou ao poder em agosto de 2013 como líder do Partido Colorado, abriu duas contas na unidade do HSBC na Suíça em 1989 e as fechou em 1991, conforme ele mesmo explicou em comunicado divulgado através das redes sociais.
“Cabe ressaltar que a abertura de contas em bancos no exterior é, e sempre foi, uma atividade legal em nosso país”, disse ele.
Horacio Manuel Cartes Jara foi registrado no HSBC como “agente de turismo” sete dias depois da constituição da sociedade Cambios Amambay, agora Banco Amambay, instituição mencionada em um documento confidencial da embaixada dos Estados Unidos em Buenos Aires encaminhado ao Departamento do Tesouro em Washington e vazado pelo Wikileaks.
A carta afirma que o ex-diretor da Secretaria Antidrogas do Paraguai, Hugo Ibarra, disse a um interlocutor americano que “80% da lavagem de dinheiro no Paraguai se movimenta através dessa instituição bancária”.
Acesse e divulgue o Blog da #Dilma: http://www.blogdadilma.com/

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Comissão da Verdade da Escravidão Negra inicia trabalhos em Brasília

Por: Portal Brasil
A Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra foi empossada, na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília. O grupo de trabalho tem o objetivo de fazer o resgate histórico do período e a aferição de responsabilidades, além de demonstrar a importância das ações afirmativas como método de reparação ao povo negro.
Durante o evento, o presidente nacional da OAB, Marcus Vinícius Coelho, falou sobre o mito da democracia racial, que encobre a violência vivida pela população negra, principalmente os jovens. Segundo ele, devido ao passado escravista, “ser negro no Brasil infelizmente significa acessar menos direitos e sofrer mais violência”.
Na ocasião, o jurista utilizou números divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) nos últimos anos, que mostram indicadores socioeconômicos bem menores para a população afro-brasileira.
De acordo com os índices, crianças brancas são as que têm mais acesso a creches; 60% dos presidiários são negros; a média de estudos da população afrodescendente é de quase dois anos menor quando comparada à branca, entre outros exemplos.
“Trago esses dados não para reforçar o sentimento de cisão ou separação entre brancos e negros, mas para demonstrar que o recorte de raça é decisivo para o futuro de grande parte da população brasileira. Tanto no quesito segurança pública de encarceramento, quanto no acesso a direitos sociais, como saúde, educação e moradia”, declarou.
Coelho chamou a atenção, ainda, para a importância das cotas. “Considerarmos que as ações afirmativas são fundamentais. É preciso tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais, na medida em que se desigualam”, concluiu.
Instituições parceiras
A data foi propícia para a assinatura do termo de cooperação entre a OAB e o Instituto Afrobrasileiro de Ensino Superior da Faculdade Zumbi dos Palmares, no âmbito da Comissão.  O grupo recebe ainda o apoio de entidades como o Instituto de Pesquisa e Estudos Afro-Brasileiros (IPEAFRO); e o Instituto Nzinga Mulher Negra.

Desemprego cai a 6,8% em 2014 e é o menor dos últimos dois anos, aponta IBGE

Com informações do IBGE
A taxa de desemprego no País ficou em 6,8% em 2014, na média. Foi o menor índice desde 2012, quando atingiu 7,4% no ano e também abaixo do patamar registrado em 2013, que foi 7,1%. Considerando apenas o mês de dezembro, a taxa ficou em 4,3%, nível igual ao de dezembro de 2013, considerado o menor da série histórica, iniciada em 2002. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nesta terça-feira (10), pelo IBGE.
Queda no nível de desocupação
Em dezembro, a população desocupada caiu 11,8% nas seis regiões pesquisadas, para 1,051 milhão, em relação ao mês anterior. Na comparação com dezembro de 2013, a queda foi de 0,9%. Já a população ocupada chegou a 23,224 milhões no último mês do ano, recuando 0,7% em relação a novembro. Na comparação com dezembro do ano anterior, ficou quase estável.
Em relação ao trimestres, o nível da ocupação no Brasil, no 4º trimestre de 2014, foi estimado em 56,9%. Não houve variação estatisticamente significativa em relação ao trimestre anterior, quando era 56,8%. Regionalmente, no 4º trimestre de 2014, as regiões que apresentaram os maiores percentuais de pessoas trabalhando entre aquelas em idade de trabalhar foram a Centro-Oeste (61,5%) e a Sul (61,2%), enquanto na região Nordeste foi verificado o menor nível da ocupação, 52,2%.
A população desocupada também mostrou queda na comparação com o trimestre imediatamente anterior, passando de 6,7 milhões para 6,5 milhões de pessoas.
O nível da ocupação (indicador que mede a parcela da população ocupada em relação à população em idade de trabalhar) foi estimado em 56,9% no 4º trimestre de 2014 no Brasil, permanecendo estável frente ao trimestre anterior (56,8%) e em relação ao 4º trimestre do ano passado (57,3%).
A Pnad Contínua substituirá a tradicional Pnad anual e a Pesquisa Mensal de Emprego (PME). De acordo com os dados, o desemprego ficou em 4,3% em dezembro do ano passado, taxa igual à de 2013, considerada a menor desde o início da série histórica, em 2002.
A cada trimestre, pesquisa analisa os dados de 211.344 domicílios em aproximadamente 16 mil setores censitários em cerca de 3.500 municípios.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Luta contra criminalização do PT não acabou, diz Lula

Segundo o ex-presidente, partido precisa enfrentar as tentativas de ligar PT à corrupção
"A Luta não acabou”. Enfatizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em discurso durante a celebração dos 35 anos do Partido dos Trabalhadores, nesta sexta-feira (6), no Centro de Convenções Minas Centro, em Belo Horizonte (MG). Para ele, o desafio do partido nos próximos meses é desmontar a tentativa de “criminalização” arbitrada contra o PT por parte da imprensa.
“O critério da mídia é a criminalização do PT desde que chegamos ao poder. Não importa se é verdade ou mentira”, disse o ex-presidente ao citar a ação massiva da mídia para desgastar o governo da presidenta Dilma Rousseff.
“O PT é motivo de orgulho e deve ser cada vez mais”, rebateu ao conclamar a militância.
O evento reuniu a presidenta Dilma, a Direção Nacional do PT, ministros, parlamentares,  militantes e convidados como o ex-presidente do Uruguai José Mojica e representantes de partidos aliados na capital mineira.
Em uma breve volta ao primórdios do partido, Lula lembrou a luta pela democracia e enfrentamento da repressão sobre os trabalhadores que culminou na criação do PT.
“No dia 10 de fevereiro 1980, algumas centenas de brasileiros e brasileiras começaram a escrever uma das mais belas páginas da história política do nosso País”, relembrou.
“Um tempo em que estávamos conquistando na prática e no aprendizado da luta cotidiana o direito de livre organização sindical e política da classe trabalhadora. Nesse ambiente de luta, com os pés firmes no chão e grandes sonhos na cabeça nasceu o nosso querido partido”, contou.
Segundo Lula, o PT é um partido que surgiu para para mudar o Brasil e é essa trajetória, desde a fundação, que justifica o orgulho e as lutas por causas populares que ainda estão por vir.
“Nós contribuímos para mudar esse pais. A história do PT é o nosso maior patrimônio e ninguém pode tirar, porque ela é a mais verdadeira”, disse Lula, arrancando lágrimas emocionadas da presidenta Dilma Rousseff.
Lula fez questão de demonstrar apoio à presidenta Dilma, em tom de conselho, pelo que chamou de “tomada de decisões difíceis”, para corrigir os muitos problemas herdados e garantir os avanços, lembrando que o mesmo aconteceu em 2003, quando ele assumiu o governo.
“Mas jamais traímos o compromisso com as camadas mais pobres da população”.
Reflexão – Para o ex-presidente, o PT não pode esquecer suas origens e se tornar um partido de gabinete. “Há muito mais preocupação em vencer as eleições, em manter e reproduzir mandatos que em participar da vida interna do nosso partido”, apontou.
“Precisamos fazer uma reflexão para manter nossa sintonia histórica com os anseios da sociedade brasileira”.
Por Flávia Umpierre, enviada especial da Agência PT de Notícias.
Blog da Dilma no Facebook: https://www.facebook.com/BlogDilmaRousseff

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Ajude a manter o Blog da Dilma no AR

MANTENHA O BLOG DA DILMA NO AR: Ajude a manter o Blog da Dilma. Estamos no AR desde 2006. Nossas despesas: adquirir filmadora Canon Mark III - R$ 9.000,00; microfones sem fio - R$ 400,00, iluminação R$ 2.000,00, Equipamentos de TI - R$ 3.000,00. Gastos com energia, manutenção e internet por mês: R$ 580,00; Servidor com IP dedicado: R$ 680,00 por ano; transporte/reportagens/alimentação por mês: R$ 920,00;
Contribua: Conta Bancária: 40547-7, Agência: 0675-0 - Banco do Brasil: 001, em nome de Lucas Silva de Oliveira ou diretamente no PagSeguroUOL. Atenciosamente, Daniel Pearl Bezerra - editor geral - 85-98560002(TIM) - E-mail: blogdadilma13@gmail.com - Portal: http://www.blogdadilma.com

Dilma Rousseff elogia o cantor cearense Tião Simpatia

O cantor cearense da cidade de Camocim, Tião Simpatia recebe elogios da presidenta Dilma Rousseff, pelo livro de cordel a Lei Maria da Penha, por ocasião da inauguração da 1ª Casa da Mulher Brasileira, dia 3 de fevereiro, em Campo Grande-MS.
Tião Simpatia é cantor, compositor, cordelista e arte educador. Foi alfabetizado aos 15 anos de idade através da Literatura de Cordel no interior de Granja-CE. Concluiu seus estudos na vizinha cidade de Camocim e em 2006 mudou-se para Fortaleza, onde reside atualmente. Hoje, tem na bagagem 5 CDs e 2 DVDs. É autor de vários cordéis, dentre eles, o mais famoso: “A Lei Maria da Penha em Cordel” – tendo, inclusive, sido reconhecido pela ONU como obra de grande relevância sociocultural e encontra-se disponível em várias Bibliotecas Nacionais. O cordel, criado a partir dos principais artigos da Lei Maria da Penha, foi traduzido para o Inglês, Espanhol e possui duas versões, uma em Braille e outra em Livro Ilustrado. O artista trabalha em parceria com o Instituto Maria da Penha e já viajou por todo o Brasil e alguns países como: Panamá, Portugal, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, sempre logrando muito êxito em suas apresentações.
Dados do Livro Editora: Armazém da Cultura Autor: Tião Simpatia Ano da Edição: 2011 Edição: 1a Por: R$ 15,00 Dados Técnicos: ISBN: 978-85-63171-19-1 Ilustrações: Meg Banhos Páginas: 20
Blog do Tião Simpatia - http://tiaosimpatia.blogspot.com.br/
Assista: Maria da Penha - Tião Simpatia (DVD Mulher de Lei)
https://www.youtube.com/watch?v=MGXEqv39ySA

Vídeo: Vanessa Grazziotin analisa situação da economia brasileira


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Mangabeira Unger assumirá a Secretaria de Assuntos Estratégicos

A presidenta Dilma Rousseff convidou o professor Mangabeira Unger para assumir a Secretaria de Assuntos Estratégicos em substituição ao ministro Marcelo Neri. A presidenta agradeceu a competência, dedicação e a lealdade do ministro Neri. A posse do novo ministro ocorrerá nesta quinta-feira (5), às 10h.

Graça Foster e cinco diretores da Petrobras renunciam

Por Daniela Miebak - Valor:
A Petrobras anunciou na manhã desta quarta-feira a renúncia da presidenta da estatal, Graça Fooster, e mais cinco diretores, sem especificar quais são.
A divulgação foi feita em esclarecimento apresentado pela companhia à BM&FBovespa e Comissão de Valores Imobiliários(CVM), após rumores sobre a mudança na diretoria. Não houve publicação de fato relevante.
Além disso, a divulgação foi feita com a bolsa já aberta e depois do prazo limite para a resposta ao questionamento. O Prazo era até as 9 horas de hoje, segundo comunicado ao mercado.
Conforme o Valor apurou, há uma lista de nomes citados por colaboradores da presidenta que poderiam vir a comandar a Petrobras. A lista vai do ex-executivo da Perdigão, Nildemar Secches, ao presidente da Vale, Murilo Ferreira.
Inclui, ainda, outros nomes já cogitados desde que eclofiu a crise da Petrobras, como os do ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, Rodolfo Landim, ex-funcionário da companhia e hoje da Ouro Preto Petroléo e Gás, e Roger Agnelli, que presidiu a Vale.
Ontem, uma nova possibilidade foi cogitada: Eduarda La Rocque, ex-secretária da Fazenda do município do Rio, próxima ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Vereador Deodato quer rigorosa apuração do caso do vereador Aonde É

O vereador Deodato Ramalho utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza nesta terça-feira (03) para tratar do processo disciplinar que tramita no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar contra o vereador Antônio Farias, conhecido como "Aonde É".
O vereador Aonde É, está sendo acusado por investigação do Ministério Público Estadual que apura supostos desvios de verbas do seu gabinete para fins diversos de suas finalidades. Deodato é membro do Conselho e relator do processo que pode levar à cassação do parlamentar.
Mesmo tendo recebido os resultados da investigação no final de 2014, no período de recesso parlamentar, Deodato informou que já leu todo o processo, e que ainda hoje mais cedo havia entregue uma notificação ao vereador Aonde É, acompanhada de toda documentação referente ao caso, para ele poder apresentar sua defesa num prazo de 15 dias.
Com relação à manifestação em favor da cassação, que estava ocorrendo nas galerias da Casa, Deodato avaliou que faz parte da democracia, advertiu no entanto que “o Estado Democrático de Direito vigente no Brasil garante tanto a livre manifestação quanto a ampla defesa. Portanto, não é aceitável fazer prejulgamentos. O nosso dever é apurar os fatos e caso sejam confirmadas [as denúncias], aplicar a cassação ou outra punição severa.” assegurou.
Projetos ambientais
Ainda na tribuna, Deodato referiu-se ao discurso do Prefeito Roberto Claudio, na sessão solene que abriu os trabalhos da Casa Legislativa, na manhã de ontem (02). Na ocasião, o Prefeito anunciou que vai enviar mensagens à Câmara sobre o tema ambiental, decorrentes de projetos do vereador Deodato.
Mesmo sem terem sido aceitas as proposições de lei de sua autoria na íntegra, além da demora do prefeito, Deodato espera que haja o aproveitamento das ideias colocadas nos projetos originais. “São dois projetos importantes para Fortaleza. O primeiro é o Projeto de Lei Ordinária 15/2013, intitulado de Lei Cidade Limpa, que busca combater a poluição visual na Capital. O segundo é o PLO 65/2013, que dispõe sobre a utilização de material de construção reciclado nas obras municipais”, concluiu.
Site Vereador Deodato Ramalho http://www.deodato.org.br/
@deodatoramalho

Lula participa de comemoração dos 35 anos do PT em Belo Horizonte

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa nesta sexta-feira (6), às 18h, da celebração dos 35 anos do Partido dos Trabalhadores, que será comemorada no Centro de Convenções Minas Centro em Belo Horizonte. Além do aniversário de fundação, o PT comemora em 2015 a marca de 13 anos à frente do governo federal.
Lula chega na tarde de sexta-feira e retorna à São Bernardo do Campo no mesmo dia.
SERVIÇO:
Celebração dos 35 anos do Partido dos Trabalhadores
Data: 06/02/2015
Horário: 18h
Local: Minascentro - Avenida Augusto de Lima, 785 – Lourdes, Belo Horizonte
--
José Chrispiniano
Assessoria de Imprensa
Instituto Lula
55 11 2065-7022 / 99563-0286 /97437-0996
www.institutolula.org
twitter.com/inst_lula
facebook.com/lula