sábado, 12 de dezembro de 2009

Macartismo Mineiro

Por Pedro Venceslau - Revista Forum: Nelson Rodrigues costumava dizer que toda unanimidade é burra. Em Minas Gerais, a unanimidade em torno do governador Aécio Neves vai mais longe. É, além de burra, truculenta, cega e venal. Nenhum outro governador brasileiro ostenta índices tão altos de aprovação e popularidade. Apontado como um dos favoritos ao Planalto em 2010, Aécio raramente aparece na mídia em situações desconfortáveis ou constrangedoras. Quando isso acontece, como no caso do “mensalão tucano”, a imprensa mineira é a última tocar no assunto. Via de regra, espera um sinal de fumaça do Palácio da Liberdade para entrar na pauta, sempre na esteira da defesa do governador. Mas de onde vem esse fervoroso engajamento jornalístico? Será bairrismo em torno da perspectiva de um mineiro na presidência? Ou é o fato de o governador ser jovem, boa pinta e austero com as finanças?
Nos bastidores do Palácio da Liberdade, sede do governo mineiro, existe uma azeitada máquina de comunicação e propaganda trabalhando a todo vapor para manter a imagem de Aécio intacta e em alta até as eleições de 2010. Esse projeto de poder, que começou a ser gestado em 2002, é baseado no binômio truculência e dinheiro. Em Minas, é proibido falar mal do governador. Casos de jornalistas que ousaram quebrar essa regra e foram demitidos ou ameaçados existem aos borbotões. O resultado, em muitos casos, é a opção pela auto-censura como forma de sobrevivência.
Esse consenso tem sido financiado por uma farta publicidade estatal. Não é a administração direta, mas as estatais que mais gastam em comunicação e publicidade. Com isso, fica mais difícil a fiscalização da Assembléia Legislativa, que ainda por cima conta com uma oposição pouco coesa. “Minas é um estado com alto grau de censura. A imprensa, aqui, é porta-voz do governo Aécio. Existem muitas denúncias de jornalistas perseguidos pelo Palácio da Liberdade. A intervenção do governo se dá de forma direta. Eles pedem a demissão de funcionários e, em muitos casos, são atendidos. Hoje, a censura é mais econômica, já que a cota de publicidade (estatal) nunca foi tão alta. O gasto de publicidade de Aécio cresceu 500% em relação a Itamar. Na execução fiscal de 2006, ele gastou 400% a mais que o previsto”, relata o deputado estadual Carlin Moura, do PCdoB.
A pedido da Fórum, Carlin enviou um requerimento ao governo pedindo uma planilha detalhada com todos os investimentos publicitários do estado, incluindo as estatais. Até o fechamento desta edição, esses dados ainda não haviam sido liberados. “Existe uma caixa preta, já que a maioria dos gastos é feita por empresas estatais, como a Cemig e a Copasa, sobre as quais a Assembléia não tem controle. Eles não dão as rubricas separadas”, conclui Carlin. Em tempo. Segundo dados do Diário Oficial de Minas, a Copasa gastou, só no primeiro trimestre de 2007, R$ 5.208.000. A estatal opera com duas agências, a 3P Comunicação e a RC Comunicação Ltda. No segundo trimestre, a estatal gastou mais R$ 6.615.000, sempre com as mesmas agências. “As empresas são obrigadas, por um dispositivo legal, a informar o volume de gastos, mas não temos como fazer o acompanhamento orçamentário”, informa um assessor da Assembléia Legislativa. O Diário Oficial informa, ainda, que, em 2007, a Secretaria de Estado de Governo já ultrapassou os R$ 30 mil.
Não foi por acaso que Minas Gerais foi o estado que registrou a maior adesão à Semana de Democratização da Mídia. No último dia 5 de outubro, cerca de mil manifestantes de entidades como Abraço, FNDC, Fenaj, CUT, UNE e MST se concentraram em frente ao Palácio da Liberdade. Além de pedir transparência nos processos de concessão de TV, os mineiros denunciaram a falta de liberdade de imprensa no estado. “Em Minas Gerais a liberdade de pensamento é muito mais atacada, pois vivemos sob uma pesada censura praticada pelo governo do estado em parceria com os donos dos principais veículos. Com o objetivo de promover a blindagem em torno da figura do governador Aécio Neves, vários jornalistas foram demitidos por produzirem matérias que desagradaram o Palácio da Liberdade. Depois dessa perseguição, nunca mais se viu ou se ouviu uma única reportagem que contrariasse o interesse da elite que governa Minas Gerais”, resumiu o manifesto batizado de “Carta de Belo Horizonte”, produzido pelos manifestantes. Leia a matéria completa REVISTA FORUM.

4 comentários:

Roberto disse...

Uma sugestão para discutir liberdade de imprensa no Brasil:

http://forums.tibiabr.com/showthread.php?t=120731

A SAÍDA DE BORIS CASOY DA RECORD
MUITO GRAVE !!!

Agora que todos sabem, após a matéria na Folha de algumas semanas passadas onde conheci o que lhes escrevo, Boris Casoy foi demitido da Record a mando da cupula de Lula (claro que ele não sabia), retirando o patrocínio do Banco do Brasil, que era de 1 milhão passando a 300 mil mas com a "condição" de que o Jornal da Record (Boris) nada recebesse.

Isto ocorreu porque entenderam os comandados por Lula que, com Boris Casoy falando diariamente da vergonha de se ter aquela quadrilha instalada no Planalto, não seria possível a reeleição.

Pasmem, o motivo maior foi o fato de Boris Casoy ter perguntado a Lula durante entrevista no período de campanha, qual era o envolvimento ou conhecimento dele com as Farc. Lula não respondeu deu uma volta no mundo falando das lutas de cada pais , falou de Che Guevara, e nasceu naquele momento o ódio mortal que nutre por Boris.

João Paulo disse...

Bóris Casoy é um fascista antigo membro do Comando de Caça aos Comunistas, e se Lula trabalhou por sua demissão, a meu ver fez muito bem.

Probus disse...

O VÍDEO É ESSE: Gagged in Brazil - Censura na Imprensa

http://www.youtube.com/watch?v=AVSbsjL2RO4

Lembrem do Blogueiro Mosquito, do Lúcio Flávio Pinto, dos jornalistas Elmar Bones e Kenny Braga.

...Lúcio Flávio procurou oito escritórios de advocacia de Belém. Nenhum aceitou defendê-lo."

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/a-carta-de-lucio-flavio-pinto-aos-blogueiros.html

Lembrem do Delegado Protógenes Queiroz, e dos Juízes Fausto di Sanctis.

Lembre como faz o "limpinho" Noblablablá

Blogueiro em Minas é perseguido por Hélio Costa

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/08/21/blogueiro-em-minas-perseguido-por-helio-costa-317999.asp

Não esqueçam este vídeo Deputado: "O VERDADEIRO GERALDO ALCKIMIN"

http://www.youtube.com/watch?v=tw2KeCy1Wpo

E não esqueçam o que disse José Serra: "a internet é usada para a propagação da mentira."

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/exclusivo-serra-vai-a-direita-em-encontro-com-militares-no-clube-da-aeronautica

Vale à pena lembrar do encontro de Serra com os militares no Clube da Aeronáutica

"TUCANO acusa PT de formar "república sindicalista" usando a INTERNET..."

A palestra foi assistida por cerca de 200 pessoas. Platéia que sequer conseguiu encher a sala reservada ao evento, E FOI FECHADA À IMPRENSA A PEDIDO DO CANDIDATO.

1. Qualificou como "tentativa de CONTROLE da IMPRENSA" por PARTE do governo petista;

2. "O PNDH cria uma espécie de tribunal que iria permanentemente julgar a IMPRENSA, para efeito desse CONTROLE”;

3. “Há, além do mais, por parte do governo uma ofensiva econômica em relação à IMPRENSA".

4. O poder do atual governo, segundo o candidato do PSDB, se dá "através da INTERNET e da MÁQUINA SINDICAL".

5. “Mas, NÃO é pra fazer socialismo, estatismo, nada disso. É para CURTIR, e é uma MÁQUINA PODEROSA, que conta com INTERNET etc".

6. Serra voltou a criticar o "conferencismo" do atual governo e a SE QUEIXAR da "pressão" sobre a MÍDIA: "Outro aspecto é o CONTROLE da IMPRENSA, que se dá através de congressos e de conferências, mas, na prática, prevê o CONTROLE e o monitoramento da IMPRENSA.”

7. "O PNDH cria uma espécie de TRIBUNAL que iria permanentemente JULGAR a IMPRENSA, para efeito desse CONTROLE."

8. “Há, além do mais, por parte do governo uma ofensiva econômica em relação à IMPRENSA", disse.

9. "a INTERNET é usada para a PROPAGAÇÃO da MENTIRA".


Lembrando que a reunião... FOI FECHADA À IMPRENSA A PEDIDO DO CANDIDATO.

Esta é a Liberdade e a DEMOCRACIA de José Serra e do PSDB.

Probus disse...

O VÍDEO É ESSE: Gagged in Brazil - Censura na Imprensa

http://www.youtube.com/watch?v=AVSbsjL2RO4

Lembrem do Blogueiro Mosquito, do Lúcio Flávio Pinto, dos jornalistas Elmar Bones e Kenny Braga.

...Lúcio Flávio procurou oito escritórios de advocacia de Belém. Nenhum aceitou defendê-lo."

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/a-carta-de-lucio-flavio-pinto-aos-blogueiros.html

Lembrem do Delegado Protógenes Queiroz, e dos Juízes Fausto di Sanctis.

Lembre como faz o "limpinho" Noblablablá

Blogueiro em Minas é perseguido por Hélio Costa

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/08/21/blogueiro-em-minas-perseguido-por-helio-costa-317999.asp

Não esqueçam este vídeo Deputado: "O VERDADEIRO GERALDO ALCKIMIN"

http://www.youtube.com/watch?v=tw2KeCy1Wpo

E não esqueçam o que disse José Serra: "a internet é usada para a propagação da mentira."

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/exclusivo-serra-vai-a-direita-em-encontro-com-militares-no-clube-da-aeronautica

Vale à pena lembrar do encontro de Serra com os militares no Clube da Aeronáutica

"TUCANO acusa PT de formar "república sindicalista" usando a INTERNET..."

A palestra foi assistida por cerca de 200 pessoas. Platéia que sequer conseguiu encher a sala reservada ao evento, E FOI FECHADA À IMPRENSA A PEDIDO DO CANDIDATO.

1. Qualificou como "tentativa de CONTROLE da IMPRENSA" por PARTE do governo petista;

2. "O PNDH cria uma espécie de tribunal que iria permanentemente julgar a IMPRENSA, para efeito desse CONTROLE”;

3. “Há, além do mais, por parte do governo uma ofensiva econômica em relação à IMPRENSA".

4. O poder do atual governo, segundo o candidato do PSDB, se dá "através da INTERNET e da MÁQUINA SINDICAL".

5. “Mas, NÃO é pra fazer socialismo, estatismo, nada disso. É para CURTIR, e é uma MÁQUINA PODEROSA, que conta com INTERNET etc".

6. Serra voltou a criticar o "conferencismo" do atual governo e a SE QUEIXAR da "pressão" sobre a MÍDIA: "Outro aspecto é o CONTROLE da IMPRENSA, que se dá através de congressos e de conferências, mas, na prática, prevê o CONTROLE e o monitoramento da IMPRENSA.”

7. "O PNDH cria uma espécie de TRIBUNAL que iria permanentemente JULGAR a IMPRENSA, para efeito desse CONTROLE."

8. “Há, além do mais, por parte do governo uma ofensiva econômica em relação à IMPRENSA", disse.

9. "a INTERNET é usada para a PROPAGAÇÃO da MENTIRA".


Lembrando que a reunião... FOI FECHADA À IMPRENSA A PEDIDO DO CANDIDATO.

Esta é a Liberdade e a DEMOCRACIA de José Serra e do PSDB.